Desiderata - Coisas que são desejadas

Poema "Desiderata" - Breve relato e o texto

Publicado por Pedro Mazine em 04/03/2021
Compartilhe

Desiderata: significado

A palavra “Desiderata” vem do Latin e significa “coisas que são desejadas”. Também é o título de um famoso poema, que se tornou muito conhecido durante os anos 60. O texto é uma reunião de sábios conselhos que deram a volta ao mundo inteiro, publicado em mais de 70 paises, pela precisão de suas ideias e pela profundidade de seu conteúdo.

Desiderata: a história do poema

O belíssimo poema é uma condensação de valiosos conselhos que conseguiram percorrer o mundo. Isso porque as ideias apresentadas ali carregam uma profunda reflexão sobre a vida. Ao fim da leitura, é possível reavaliar alguns pontos e buscar o que realmente importa a nós.

Max Ehrman foi o responsável por conceber essa valiosa obra. Em 1921. Filósofo e advogado, Ehrman compilou no extenso poema tudo o que acreditava serem os caminhos para o bem-estar e felicidade. As reflexões nos leva a um questionamento, e na maioria das vezes, determinadas as escolhas que fazemos na vida.

Infelizmente, Max não viveu para ver seu trabalho impactar o mundo, tendo falecido em 1945. Sua esposa, Bertha K. Ehrman, foi quem publicou os poemas do marido em 1948 como forma de honrá-lo. Dentre eles, Desiderata encabeça a lista, mas houve um certa polêmica por conta de sua procedência.

O Equívoco

A origem do poema Desiderata foi colocada à prova por diversos veículos. Isso porque existia uma lenda de que um monge de nome desconhecido, havia concebido o trabalho. Assim, para algumas pessoas, as palavras condensadas no poema foram diretamente ligadas com a filosofia hindu. Segundo relatos, o monge teria reunido tudo o que sabia e deixou que a mensagem fosse espalhada ao mundo, e manter-se no anonimato.

Tal trabalho teria sido encontrado em um banco de uma igreja na cidade de Baltimore, há mais de trezentos anos. De acordo com os relatos que sustentavam essa versão, aquelas palavras já estavam vivas desde o ano de 1692.

A confusão se deu pelo fato de que, em 1960, um Pastor de Maryland, Baltimore, leu o poema no livro que Bertha Ehrman, e resolveu criar um compilado de textos para distribuir entre os fieis da sua congregação no dia de Natal. Antes de fazer as cópias ele anotou na pagina que trazia o texto “Desiderata” o nome da sua Igreja, “Igreja de Saint Paul”, e o ano da sua fundação, 1692. E depois que mais de 200 cópias foram distribuídas na sua igreja, um de seus membros, ficou fascinado pelo poema e decidiu publica-lo no jornal local, e como a única referencia que tinha do poema era a copia distribuída pelo pastor na sua igreja, inseriu na legenda, o ano de 1962, e que havia sido encontrado na igreja de Saint Paul,  E assim, o poema se popularizou e acabou por circular em mais de 70 paises com esta descrição.

O Poema


Em meio ao agitação e a pressa, procure caminhar tranquilo, lembrando da paz que existe no silêncio.

Viva em harmonia com as pessoas próximas a você, sem abrir mão dos seus princípios e dignidade.

Diga a sua verdade calma e claramente e ouça a verdade dos outros, até mesmo os insensatos e ignorantes, pois eles também têm suas próprias histórias.

Evite as pessoas exaltadas e agressivas, elas são um tormento para o espírito.

Evite se comparar aos outros, pois poderá se tornar arrogante ou amargo e depressivo, pois sempre haverão pessoas inferiores e superiores a você.

Alegre-se pelas suas conquistas, assim como pelos seus ideais e planos futuros. Mantenha o interesse e empenho pelo seu trabalho, por mais humilde que seja, ele é um bem precioso na continua mudança dos tempos.

Tenha cautela em seus negócios, pois o mundo é cheio de armadilhas, mas não deixe isso te cegar, pois o bem sempre existe. Há muita gente lutando por ideais nobres e por toda parte a vida é cheia de heroísmo.

Seja você mesmo. Sobretudo, não finja afeições e não brinque com o nobre sentimento do amor, porque apesar de toda aridez e desencantamento, ele é tão perene quanto a relva.

Aceite gentilmente o conselho dos mais velhos, e seja benevolente com os impulsos inovadores da juventude.

Alimente a força do espírito para ter proteção em um súbito infortúnio. E não se desespere com temores imaginários. Muitos medos nascem da solidão e do cansaço.

Adote uma disciplina sadia, e não seja exigente demais. Seja gentil consigo mesmo.

Você é filho do Universo, assim como as árvores e as estrelas. Você tem o direito de estar aqui.

E mesmo que não lhe pareça claro, a Terra e o Universo estão evoluindo, naturalmente, cumprindo seu destino.

Portanto, esteja em paz com Deus, não importa como você O entende e aceita.

E, quaisquer que sejam as suas lutas e aspirações, na desafiadora jornada pela vida, mantenha a paz profunda e harmonia da sua mente.

Apesar de todas as falsidades, maldades e sonhos desfeitos, este ainda é um belo mundo. Alegre-se. E Compartilhe com os outros a sua Alegria e Felicidade.

Faça tudo para ser feliz!”

Compartilhe
Agende uma conversa com o hipnoterapeuta Pedro Mazine e entenda como a hipnoterapia pode lhe ajudar!